Sistemas e Métodos de Treinamento de Uvas

Como mencionamos antes, as videiras são arbustos de escalada. Isso significa que ela precisa de um tipo de sistema de suporte para desenvolver-se apropriadamente. Logo após o plantio do vinhedo, assim que as plantas desenvolverem seus primeiros ramos, é hora de aplicar o formato que nossas videiras terão. Por mais uma vez, selecionar o padrão de treinamento da videira é uma decisão multifatorial. Ela depende de condições climáticas (ventos, temperatura, exposição ao sol), o tipo de solo e as variedades cultivadas. O treinamento é alcançado através do suporte (empilhamento) e poda. Através do treinamento correto, os produtores buscam alcançar o desenvolvimento ótimo da planta, condições que previnem pragas e surtos de doenças (por exemplo, aeração apropriada e penetração da luz solar) e a facilitação da colheita e outras técnicas de cultivo. Mas mesmo que esses fatores estejam garantidos, na maioria dos casos ainda precisaríamos do empilhamento, já que uma planta madura não pode suportar todo o peso de uvas maduras por si só.

Existem diferentes formatos de videiras que são preferidos para diferentes casos. Uma forma de classificar os sistemas de treinamento são baseados na altura do tronco. Seguindo essa classificação, acabamos tendo duas grandes categorias de treinamento: Pouco treinado e

Muito treinado

A.) A categoria pouco treinada inclui formatos de videiras onde mantemos o tronco relativamente baixo 20-60cm (0,66-2pés).

B.) A categoria muito treinada inclui formatos de videira onde mantemos o tronco relativamente acima de 120 cm ou 3,9pés.

Os sistemas mais comuns de treinamento de videira são os seguintes:

Forma de cálice

Este tipo de treinamento é provavelmente o mais antigo. Ele é o favorito em áreas quentes e secas onde temos vinhedos não irrigados e solos pobres.

Seguindo este tipo de treinamento, frequentemente moldamos o tronco com 20-30cm (0,66-1pé) de altura, mantendo 3-8 cordões ao redor do tronco para criar um cálice. O cálice é uma técnica de forma livre, o que significa que não precisamos de quaisquer treliças.

Formas de cordão  

O sistema de cordão é frequentemente usado em climas quentes, como a Califórnia.

Cordão Real

Essa é uma técnica de treinamento comumente usada nas quais os produtores basicamente deixam um cordão por videira.

Cordão de Dois-Lados

Essa técnica de treinamento é similar ao cordão real. A única diferença é que há um segundo cordão, dobrado oposto ao primeiro.

Forma de guyot

Esse sistema é frequentemente usado em climas frios. Produtores que escolhe essa técnica de treinamento basicamente seguem todos os passos do treinamento de dois lados, com uma diferença principal. Eles fazem a poda de um cordão deixando 6-10 brotos e o segundo só fica com dois brotos. O cordão longo forma os bastões de frutificação, enquanto o mais curto irá produzir aproximadamente dois novos cordões. Subsequentemente, um desses novos cordões passa por uma poda de 6-10 brotos e o outro em 2 brotos. Dessa forma, os produtores substituem continuamente os cordões.

Pérgola 

Essa técnica de treinamento é frequentemente usada para moldar variedades de uvas de mesa. Entretanto, não é recomendada para variedades que sejam colhidas cedo. Podemos ver variações dessa técnica globalmente. O que é comum em todos os casos é a altura alta do tronco e o layout horizontal. Tal tamanho de tronco requer dois anos de esforço onde os produtores ficam fazendo sua poda. Assim que eles alcançam a altura ótima, eles instalam o plexo metálico acima da cabeça, onde eles treinarão as videiras.

Lira ou Formato U

Esse formato é similar ao cordão de dois-lados, porém aqui, os dois cordões principais são dobrados em dois diferentes sistemas de treliças. Subsequentemente, cada um desses dois cordões dá outro par de cordões que agora são inclinados dos dois lados do mesmo fio, assim como o sistema de cordões de dois-lados. Esse sistema de treinamento oferece várias vantagens, incluindo uma aeração melhor, melhor penetração solar e o sombreamento de uvas. Entretanto, ela requer mais esforço para ser instalada.

Você pode mais sobre Sistemas de Treinamento de Videira aqui.

Definição de Viticultura – O que é a Viticultura?

Fatos Rápidos sobre as Uvas

Benefícios a Saúde das Uvas

Informação da Planta da Uva

Cultivo de uva – Cultivando Comercialmente Uvas

Escolhendo as Variedades de Uva

Requisitos do Solo e Preparação para a Plantação da Videira

Plantio de Videiras e Espaçamento da planta – Número de plantas por hectare

Sistemas e Métodos de Treinamento de Uvas

Poda, Desfolhamento e Desbaste da Videira

Irrigação de Uvas e Gerenciamento de Água

Manejo dos Fertilizantes das Uvas

Doenças e Pragas Comuns das Videiras

Colheita da Uva – Quando e Como fazer a Colheita do seu Vinhedo

Rendimento de Uva por Hectare

O uso da Tecnologia na Viticultura Contemporânea

Você tem experiência em Viticultura comercial? Por favor, compartilhe sua experiência, métodos e práticas nos comentários abaixo. Todo o conteúdo que você adicionar será analisado em breve por nossos agrônomos. Assim que aprovado, ele será adicionado à Wikifarmer.com e isso irá influenciar positivamente milhares de fazendeiros novatos e experientes por todo o mundo.

Esta publicação também está disponível em: enEnglish esEspañol frFrançais arالعربية deDeutsch ruРусский elΕλληνικα trTürkçe hiहिन्दी viTiếng Việt idIndonesia

Equipe Editorial do Wikifarmer
Equipe Editorial do Wikifarmer

Wikifarmer é a maior Biblioteca de Agricultura Online Gerada pelo Usuário, que ajuda todos os agricultores em todo o planeta a encontrar informações valiosas sobre suas culturas existentes ou potenciais e criação de gado. O usuário é o único responsável pelo uso, avaliação, análise e utilização de qualquer informação fornecida neste site. Qualquer negócio ou outras decisões tomadas em tais informações é de inteira responsabilidade do usuário e o Wikifarmer.com não é obrigado a cobrir prejuízos decorrentes do uso das informações fornecidas através deste site.