Uma das primeiras coisas que você pode fazer é pesquisar o histórico de culturas no seu campo, a identidade do solo e sua estrutura (considere uma análise de solo). Isso irá ajudá-lo a identificar que tipo de pesticidas e fertilizantes foram usados por antigos donos e se há possibilidade de contaminação química. Isso também irá ajudá-lo a decidir medidas relacionadas a restaurar o conteúdo orgânico do solo ou arrumar o pH antes de começar sua própria colheita. Você também deve se informar sobre doenças locais de plantas e como elas se espalham, insetos locais que são comumente encontrados e o uso legal de fertilizantes e pesticidas. Quando for escolher uma cultura, você deve considerar alguns fatores, como os níveis de salinidade do seu solo assim como a disponibilidade de recursos hídricos. Você deve buscar conselhos de um agrônomo local licenciado para decidir de forma responsável em quais culturas escolher para se adaptarem bem na sua área.

Muitos produtores, dependendo de seus conhecimentos e preferências, fazem a rotação das suas culturas para aumentar a fertilidade do solo, melhorar a estrutura do solo e mitigar quaisquer problemas envolvendo ervas daninhas e doenças. Um estudo organizado pela Sustainable Agriculture Research & Education SARE mostrou um aumento no rendimento do trigo em uma rotação de quatro anos de milho-alfafa e de quatro anos de rotação trigo-milho-painço-pousio ao invés do sistema tradicional trigo-pousio. É claro que você deve buscar conselhos de um agrônomo licenciado.

Além disso, alguns fazendeiros usam culturas de cobertura para melhorar a estrutura do solo do seu campo. Um exemplo de uma boa cultura de cobertura, dado pela SARE, é o trevo carmesim (Trifolium incarnatum) que se adapta melhor em algumas partes dos EUA e fornece uma quantidade satisfatória de nitrogênio à próxima cultura. Você deve sempre pedir orientação de um profissional licenciado antes de decidir culturas de cobertura apropriadas, já que as plantas reagem de formas variadas a cada tipo de solo.

Para maiores explicações e especificações locais detalhadas das BPA, consulte sua Autoridade Local (por exemplo o Ministério da Agricultura)

Boas Práticas Agrícolas – Para iniciantes

Entendendo os Riscos de Contaminação

Seleção da Cultura e Campo, Preparação do Solo

Do Plantio à Colheita – Boas Práticas Agrícolas

Pecuária – Boas Práticas Agrícolas

Higiene Pessoal e BPA

Cadeia de Fornecimento Alimentar (Armazenamento e Transporte Adequados)

Para maiores explicações e especificações locais detalhadas das BPA, consulte sua Autoridade Local (por exemplo o Ministério da Agricultura)

Esta publicação também está disponível em: English Español Français Deutsch Nederlands हिन्दी العربية Türkçe 简体中文 Русский Italiano Ελληνικά Indonesia 한국어

NOSSOS PARCEIROS

Unimos forças com ONGs, universidades e outras organizações globalmente para cumprir nossa missão comum de sustentabilidade e bem-estar humano.