Cultivando pimentas doce e chili quente no meu quintal

Mais e mais pessoas querem crescer suas próprias frutas e vegetais em seu jardim ou por hobby ou como forma de controle sobre o que comem. Entretanto, cultivar pimentas no nosso jardim tem alguns segredos e erros comuns que devemos evitar.

As pimentas são plantas tropicais e adoram o calor. Elas precisam de temperaturas de 18 °C a 26 °C (64 °F – 79 °F) e muita luz solar (6-8 horas por dia) para prosperar. Eles não toleram geadas e começam a ter problemas quando as temperaturas durante o dia ficam abaixo de 18 °C (64 °F). Em temperaturas abaixo de 15 °C (59 °F), a planta reduz sua taxa de crescimento e para de crescer completamente a temperaturas próximas de 10 °C (50 °F). Em temperaturas abaixo de 6 °C (43 °F), a planta começa expelir suas flores. Os mesmos resultados são observados em temperaturas acima de 35 °C (95 °F). Na maioria dos casos, as mudas de pimenta são transplantadas para ambientes externos durante a segunda metade da primavera, então podemos colher nossa primeira pimenta cerca de dois meses depois.

Existem centenas de variedades de pimenta para escolher. Seus sabores variam do super apimentado até o doce, e seu formato varia do oval, para forma de banana, cereja e muito mais.

Se você planeja começar a cultivar pimentas de sementes, você precisa tomar cuidado. Tenha certeza de sempre usar boas luvas quando tocar nas sementes. As sementes de algumas variedades mais picantes que podem machucar sua pele e então seus olhos se você tocar neles. Além do mais, compre sementes certificadas de um vendedor confiável. Se não, as taxas de germinação das sementes provavelmente serão bem baixas e você vai perder seu tempo. Tenha em mente que as sementes de pimenta possuem baixa tolerância ao frio. Você pode plantá-las em uma semeadeira de ambiente interno, mantendo a temperatura do solo entre 20-28 °C (68 – 82 °F). A relva pode ser usada como substrato para uma aeração ótima. Temperaturas abaixo de 10-12 °C (50 – 54 °F) irão deteriorar a germinação. Lembre-se de deixar as sementes úmidas até elas germinarem. As sementes germinarão cerca de 8-12 dias mais tarde e o tempo estimado do semeio ao transplante é de 40-60 dias, mas pode haver desvios significantes desses limites.

De forma alternativa, se não quiser gastar seu tempo com sementes, você pode comprar mudas de pimenta de um vendedor confiável e transplantá-las diretamente para suas posições finais. Por favor, tenha em mente que o transplante de mudas de pimenta pode não dar certo em temperaturas abaixo de 18 °C (64 °F). Tenha certeza de não plantar suas mudas de pimenta em áreas onde já tenha sido plantado outras Solanaceae (tomates, pimentas, berinjelas etc.) para evitar algumas doenças do solo.

A preparação do solo é muito importante no cultivo de pimentas. O solo deve ser uma mistura bem fofa e fértil, para receber as sensíveis raízes das jovens mudas e fornecer todos os nutrientes. Você também pode adicionar a mistura do solo ao seu jardim com composto e areia de rio. O pH do seu solo pode precisar ser corrigido. Os níveis ótimos de pH estão entre 6 e 6,8. Além disso, produtores de quintal colocam cascas de ovos cortadas dentro do buraco de plantio para fornecer níveis adequados de cálcio para a planta.

Um passo importante (especialmente em áreas com solos com baixas temperaturas durante a época do plantio) é a cobertura linear de plástico. Muitos produtores cobrem as séries com filme plástico preto. Eles usam essa técnica para manter a temperatura da zona radicular em níveis ótimos (acima de 21 °C ou 70 °F) e impedir o crescimento de ervas daninhas.

Tenha certeza de não plantar as mudas muito próximas entre si. Distâncias apropriadas garantem uma boa ventilação e penetração da luz solar, portanto reduzindo o risco de várias doenças. A maior parte dos produtores de pimenta no quintal deixam uma distância de 50 cm (20 polegadas) entre cada planta em uma fileira. Eles também deixam uma distância de pelo menos 80 – 100 cm (30-39 polegadas) entre as fileiras.

Durante o plantio, o solo original é colocado um pouco mais fundo que a superfície do solo, já que isso ajuda a planta a desenvolver um sistema radicular mais rico desde o início. Imediatamente após o transplante, fazemos uma leve compressa do solo e então irrigar.

A poda às vezes é importante quando se trata do cultivo de pimentas. Entretanto, nem todas variedades de pimenta precisam de poda. Em poucas palavras, quando se trata da poda, produtores amadores de pimenta mantém 2-4 rebentos em cada planta para as primeiras etapas do seu crescimento para criar um formato apropriado. Depois eles removem um desses dois rebentos. Em geral, a poda facilita a aeração apropriada e protege a planta de várias infecções relacionadas à umidade. Além do mais, podemos controlar a proporção de frutos para a vegetação.

Em muitos casos, as plantas de pimenta que passaram por poda precisam de estacas. A técnica mais simples é colocar um plástico ou uma estaca de bambu e amarrar a haste gentilmente à estaca. Essa técnica ajuda as hastes das plantas a ficarem em posição vertical. Ao mesmo tempo, ela previne que a folhagem das hastes, assim como os frutos, de tocarem o solo. Portanto, ela protege a planta como um todo de pragas e doenças do solo. Além disso, as estacas ajudam o produtor a colher frutas facilmente e melhora a aeração e a saúde como um todo da planta.

A irrigação é muito importante se quisermos colher pimenta com boas formas. Lembre-se, 100 gramas do fruto da pimenta contêm cerca de 90 gramas de água. Em geral, por cerca de 15 dias após o transplante, vários produtores são cautelosos e fornecem pequenas quantidades de água para ajudar a planta a desenvolver melhor e um sistema radicular maior. Durante a temporada de crescimento, quando a planta de pimenta desenvolve as primeiras flores, vários produtores dão o dobro de água que davam na etapa anterior. Então, na etapa de crescimento do fruto, a quantidade de água fornece os níveis máximos. Finalmente, na etapa de maturação do fruto, o consumo de água diminui e, gradualmente, se torna zero logo antes da colheita.

Em um quintal, o número médio de plantas de pimenta crescendo em um solo médio definitivamente será beneficiado com a adição de composto. A compostagem é um processo ambientalmente amigável com excelentes resultados para a nutrição da planta no quintal, levando à uma economia significante. É um processo pelo qual resíduos orgânicos como folhas, galhos finos, cascas e outros resíduos de alimentos (por exemplo, casca de ovos) que podem estar em nossa cozinha, são transformados através de vários processos e, com a ajuda de micro-organismos do solo, viram uma substância rica em nutrientes chamada de composto. O uso apropriado e a adição do composto irão prevenir a erosão do solo. Ela também pode suprimir os patógenos de solo. Precisamos ter cuidado, não são todos lixos de comida caseiros que são apropriados para a compostagem. Esse processo é relativamente simples. Você precisa de um recipiente ou um silo, um triturador, solo e lixo orgânico. O triturador é bem importante, já que ele acelera o processo de fermentação, os materiais para o recipiente de compostagem devem ser pequenos o suficiente.

As pimentas ficam maduras podem ser colhidas em cerca de 55-90 dias após o transplante. Durante a colheita, é melhor usar tesouras e cortar cerca de 5 cm (2 polegadas) acima do fruto. Apenas puxar a pimenta irá causar danos à planta e possivelmente à fruta. Você pode fazer a colheita cerca de 2-3 vezes por semana algumas pimentas saudáveis e com uma boa forma. Em média, uma planta de pimenta saudável irá produzir 4-8 pimentas grandes, mas em variedades de frutos pequenos, uma única planta pode produzir até 100 pequenas pimentas.

Fatos interessantes sobre a pimenta chili e a pimenta doce

Benefícios à Saúde da Pimenta Chili

Cultivando pimentas doce e chili quente no meu quintal

Cultivo de pimentas para lucro – Cultivo de pimentas e pimentas chili

Esta publicação também está disponível em: English Español Français Deutsch Русский हिन्दी

Equipe Editorial do Wikifarmer
Equipe Editorial do Wikifarmer

Wikifarmer é a maior Biblioteca de Agricultura Online Gerada pelo Usuário, que ajuda todos os agricultores em todo o planeta a encontrar informações valiosas sobre suas culturas existentes ou potenciais e criação de gado. O usuário é o único responsável pelo uso, avaliação, análise e utilização de qualquer informação fornecida neste site. Qualquer negócio ou outras decisões tomadas em tais informações é de inteira responsabilidade do usuário e o Wikifarmer.com não é obrigado a cobrir prejuízos decorrentes do uso das informações fornecidas através deste site.