Cultivando Melões em ambiente externo para Lucrar – Guia Completo de Cultivo do Início ao Final

Plantio melão amarelo – como plantar melão caipira – colheita de melão – adubação do melão – folha do pé de melão – pé de melão quanto tempo

Cultivar Melões em ambiente externo, se feito racionalmente e de forma escalável, pode ser uma boa fonte de renda. O fator restritivo quanto estiver produzindo melões é sempre o clima. As plantas vêm da África. É uma planta extremamente sensível à baixas temperaturas e a geadas. Ela requer temperaturas médias de 18 a 35ºC (64 a 85ºF), enquanto a temperatura do solo não deve ficar abaixo de 18ºC (64ºF). Em poucas palavras, a maior parte dos produtores de melão começam as plantas desde sementes (híbridas) em um ambiente interno protegido. Enquanto esperam as mudas crescerem e ficarem prontas para o transplante, eles preparam o campo. Enquanto nivelam a terra, eles fazem “camas” ou sulcos onde colocam um filme plástico preto nas fileiras. O filme plástico preto não só ajuda o solo a ficar mais quente, mas também controla as ervas daninhas. Eles também fazem o design e colocam o sistema de irrigação por gotejamento. Alguns produtores endurecem as plantas por 3-6 dias antes de transplantá-las para suas posições finais. Quando elas estão prontas para o transplante, eles fazem pequenos buracos no filme plástico onde cavam buracos e plantam as mudas. A Fertilização, Irrigação por Gotejamento e Manejo de Ervas Daninhas são feitas na maioria dos casos. O desbaste também é feito. Isso significa que produtores comerciais de melão as frutas malformadas ou pouco desenvolvidas para estimular a planta a usar seus recursos em menos frutas, porém maiores e mais gostosas. A maior parte das variedades comerciais de melão podem ser colhidas em cerca de 78-90 dias após o transplante. A colheita só pode ser feita com tesouras manuais ou facas. Após a colheita, os produtores de melão fazem o arado e destroem o resto da plantação. Eles também podem fazer a rotação de culturas para controlar doenças e prevenir o solo de se esgotar. Como regra geral, devemos evitar cultivar Cucurbitaceae no mesmo solo por mais de dois anos consecutivos. 

Primeiro de tudo, é crucial decidir o método de crescimento assim como as variedades de melão que crescem mais na sua área. Existem 2 métodos para cultivar melões: Cultivo da semente ou cultivo de mudas.

Cultivando Melões da Semente

Para crescimento ao ar livre, os melões precisam de 100 a 130 dias em média do semeio até a colheita. Entretanto, se você estiver planejando cultivar melões da semente, existem alguns fatos que você precisa saber. Primeiro, as sementes de melão precisam que a temperatura do solo esteja pelo menos em 18ºC (64ºF) para germinar. Secundo, é importante que a semente possua níveis ótimos de umidade para brotar. Irrigar demais pode ser danoso. Alguns produtores irrigam o solo todo o dia um dia antes da semeadura direta e não irrigam novamente até que as sementes brotem. Entretanto, essa não é uma boa técnica se o solo não conseguir armazenar muito bem a água disponível. Muitos produtores normalmente plantam as sementes em colinas ou em sementeiras elevadas. Se eles não tiverem aplicado esterco antes do plantio, eles cavam buracos de 35-40cm (14-16pol) de profundidade e largura e adicionam o esterco. Eles misturam o esterco com o solo removido e criam pequenas colinas. Depois, eles plantam 3-5 sementes em cada colina a uma profundidade de 3cm (1pol). É crucial para o solo ter umidade o suficiente nessa etapa. Agora sobre as distâncias de semeadura, um padrão comumente utilizado é de 90–120cm (3–4 pés) entre as sementes em uma fileira e 150–180cm (5–6 pés) entre fileiras. Quando as mudas tiverem desenvolvido 1-2 folhas verdadeiras, vários produtores removem as mudas extras, deixando 2-3 plantas saudáveis por colina.

Em 1oz de sementes de melão, existem 700-750 sementes de melão (em cada grama de sementes de melão, existem cerca de 25-30 sementes de melão). Vários produtores reportam que precisam de 0,25-0,4 kg de sementes por hectare, ou 0,22 a 0,35lbs por acre. As sementes de melão germinam facilmente em 4-7 dias dependendo do clima e das condições do solo. Em áreas com risco de geada, os produtores preferem colocar as sementes em viveiros sob condições controladas e, então, transplantá-las em suas posições finais. Eles preferem usar a relva como substrato para a aeração ótima. Eles começam seus transplantes em ambiente interno 2-3 semanas antes do transplante. Alguns produtores endurecem as plantas por 3-6 dias antes de transplantá-las para suas posições finais.

Cultivando Melões de Mudas Não-Enxertadas

Outro método comumente usado é cultivar melões de mudas não-enxertadas. Se seguirmos esse método, é crucial escolher cuidadosamente a variedade de melão que vamos plantar. Se, por exemplo, os campos na nossa área tiverem problemas com doenças, pragas, níveis de pH baixos ou níveis de salinidade, então nem todas variedades podem prosperar. Algumas variedades são tolerantes a alguns desses fatores, enquanto outras não. A maioria dos produtores preferem comprar e transplantar mudas com idade de 3-6 semanas. Nesse momento, elas já desenvolveram até 1-3 folhas verdadeiras.

Cultivando Melões de Mudas Enxertadas

O enxerto é uma técnica comumente usada na qual juntamos partes de duas plantas diferentes para que elas possam crescer como uma só planta. A parte superior da primeira planta é chamada de enxerto e cresce sob o sistema radicular da segunda planta, que é chamada de porta-enxerto. Eventualmente teremos uma planta que combina todas as vantagens dos seus diferentes componentes. Alguns produtores preferem crescer da semente ambas plantas, o porta-enxerto e o enxerto. Então, eles fazem o enxerto por conta própria, enquanto outros compram mudas enxertadas certificadas de vendedores legítimos. Alguns métodos comumente usados para mudas hoje em dia são os híbridos de Cucumis melo L enxertados sob a C. maxima x C. moschata.

Requisitos do Solo e Preparação para a Plantação do Melão

Os melões prosperam em solos ricos e levemente arenosos com níveis de pH entre 6 e 6,5. Elas não gostam de solos encharcados. Solos com muito barro e drenagem e aeração pobres devem ser evitados. O cultivo do melão requer uma preparação de solo extensiva antes do plantio para ser rentável e levar a grandes produções.

A preparação básica do solo começa 3 meses após o transplante das mudas de melão. Os produtores aram bem nessa hora. O ato de arar melhora a aeração e a drenagem do solo. Ao mesmo tempo, o arado remove pedras e outros materiais indesejados do solo. Uma semana após o plantio, muitos produtores aplicam um fertilizante pré-plantio como esterco ou fertilizante comercial sintético, sempre após consultar um agrônomo local licenciado. Já que as plantas de melão precisam de muito espaço para crescer, os produtores as plantam em distâncias pré-definidas. Consequentemente, não há razão de usar o fertilizante pré-plantio em todo o campo. Uma boa técnica é marcar as áreas que você vai plantar e, então, aplicar o fertilizante nas fileiras. Provavelmente será uma boa hora instalar canos de irrigação por gotejamento no dia seguinte. Após a instalação, alguns produtores podem usar substâncias de desinfecção do solo pelo sistema de irrigação, caso a análise do solo revele problemas de infecção do solo (peça a um agrônomo licenciado na sua região).

O próximo e mais importante passo (especialmente em países com temperatura de solo não ótimas durante o período de plantio) é a cobertura linear por polietileno. A maioria dos produtores cobre as fileiras com Fotografias de Transmissão por Infravermelho (IRT) pretos ou verdes ou filme plástico preto. Eles usam essa técnica para manter a temperatura da zona radicular em níveis ótimos (>18ºC ou 64ºF) e impedir o crescimento de ervas daninhas. Dessa forma, o crescimento da planta é impulsionado, enquanto as ervas daninhas são controladas efetivamente.

Plantação de Melão, Espaçamento da planta e Número de plantas por hectare.

Em vários casos, o melhor período para plantar melões ao ar livre é durante a segunda metade da primavera. Nesse momento, o perigo de geadas passou na maioria dos casos. Os produtores preferem plantas com idade entre 3 a 6 semanas. Nesse momento, elas já desenvolveram até 1 a 3 folhas verdadeiras.

Após todos os passos de preparação que começaram meses após o plantio (arado, fertilização básica, cultivo, instalação do sistema de irrigação e cobertura com filme plástico), nós podemos proceder com o transplante. Produtores rotulam os pontos exatos do plástico de polietileno onde eles irão plantas as mudas. Então eles cavam buracos no plástico e plantam as mudas. É importante plantar as mudas na mesma profundidade, como se estivessem em um viveiro.

Um padrão de distanciamento da plantação comumente usado por variedades de tamanho médio é de 0,4 a 0,6m (1,3 a 2 pés) de distância entre as plantas na fileira e 1,5 a 2,2m (5 a 7,2 pés) de distância entre as fileiras. Esse padrão irá nos dar 5000-10000 plantas por hectare. (1 hectare = 2,47 acres = 10.000 metros quadrados). As distâncias e o número de plantas dependem da variedade do melão, as condições ambientais e, claro, o tamanho desejado do melão (que é sempre ditado pelo mercado).

Baixa Cobertura dos Melões

Por conta de que em países não tropicais, mesmo na primavera, existir o risco de geadas ou chuva pesada, a maioria dos produtores protegem as plantas jovens com coberturas de túneis baixos. Logo após o plantio, eles fazem túneis de 50cm (1,6 pés) de altura usando suportes de plástico ou ferro e coberturas de plástico branco. Em resumo, eles criam pequenas estufas para manter o microclima desejado e proteger as jovens mudas de fatores estressantes (o clima e pragas em alguns casos). Cerca de 20-30 dias depois (dependendo das condições climáticas), elas começam a crescer e gradualmente romper o plástico, para facilitar a polinização.

Fazendo a Poda em uma Colheita de Melão – Um método controverso

Muitos produtores de melão preferem podar suas plantas, enquanto outros dizem que a poda atrasa o desenvolvimento e o estabelecimento da fruta da planta. Aqueles quem podam suas plantas, removem a maioria das nervuras periféricas da planta cedo, durante as primeiras fases de desenvolvimento, quando ela ainda possui só 3-4 nervuras. Já foi reportado que a poda promove o crescimento das flores fêmeas e acelera o amadurecimento em alguns casos. Alguns produtores preferem remover a folhagem em excesso, o que impede a aeração apropriada durante todo o período de crescimento. Dessa forma, eles protegem as plantas de infecções favorecidas pela umidade, como o Oídio. Porém, outros pesquisadores dizem que a remoção da folhagem da planta do melão resulta em frutos menos apetitosos.

Requisitos de Água e de Sistemas de Irrigação do Melão

De acordo com a Universidade Estadual do Iowa, os requisitos hídricos do melão durante tempos secos, varia de 25mm-50mm (1-2pol) de água a cada 7-10 dias. É claro que os requisitos de água podem ser totalmente diferentes sob condições climáticas e de solo diferentes. Por exemplo, a umidade na atmosfera ou dias chuvosos podem levar a menor exigência de sessões de irrigação. Por outro lado, um dia seco com temperatura eleva podem levar a uma sessão de irrigação por dia.

Vários produtores em países do Mediterrâneo, preferem irrigar seus melões durante 10 minutos por dia durante as primeiras fases. Eles diminuem os períodos de irrigação pela metade com a aproximação do amadurecimento do fruto. Finalmente, eles reduzem muito o suprimento de água e quase a cessam durante as últimas fases da maturação. O excesso de água nessas fases irá levar a fruta fica aguada e sem gosto com um característico coração branco, por conta do seu baixo conteúdo de açúcar. Porém, existe um número considerável de produtores que preferem não diminuir a irrigação durante os períodos de maturação. Eles fazem isso pois as plantas continuam produzindo novos frutos. Em alguns estados dos EUA, produtores comerciais de melão fornecem uma média de 25mm-50mm (1-2pol) de água por semana. Muitos produtores preferem irrigar seus melões cedo de manhã para minimizar o risco de doenças na folhagem.

Geralmente os melões requerem muita água, porém irrigar a folhagem tem sido ligado ao surto de doenças. O excesso de umidade geralmente favorece o desenvolvimento de patógenos como o Oídio. Por outro lado, plantas estressadas pela água são mais susceptíveis a doenças. O sistema de irrigação mais usado é a irrigação por gotejamento.

Polinização do Melão 

Os grãos de pólen produzidos pelas flores do melão são relativamente pesados e não podem ser transferidos adequadamente pelo vento. O estabelecimento da fruta depende da atividade de abelhas e outros insetos benéficos que espalham o pólen. Em grandes fazendas comerciais de melão, é praticamente obrigatório colocar 2-3 grandes colmeias de abelhas por hectare logo antes do florescimento. Devemos evitar o uso de inseticidas danosos às abelhas. Se o uso de alguns inseticidas não puder ser evitado, os produtores preferem aplicá-los em horas especificas, por exemplo, tarde da noite (pergunte à um agrônomo local licenciado).

Requisitos de Fertilizantes de Melão

Primeiro de tudo, você tem que levar em consideração a condição do solo do seu campo através do teste de solo semianual ou anual, antes de aplicar qualquer método de fertilização ou lavoura. Não existem dois campos iguais, assim como ninguém pode te aconselhar sobre métodos de fertilização sem levar em consideração os resultados dos testes feitos no seu solo, análise de tecido e histórico de culturas do seu campo. Entretanto, vamos listar os planos mais comuns de fertilização do melão, usados por uma quantidade considerável de produtores.

O método mais comum de fertilização é a chamada “fertirrigação” (fertilização + irrigação). Os produtores injetam fertilizantes solúveis em água no sistema de irrigação por gotejamento. Dessa forma, podemos fornecer nutrientes de forma gradual e dar a planta tempo suficiente para absorvê-los. A fertirrigação normalmente começa de duas a três semanas após o transplante das mudas de melão.

Vários produtores usam uma fertilização pré-plantio, como o esterco bem podre, nas fileiras uma semana antes da plantação e começam a fertirrigação aplicando um fertilizante de Ca(NO₃)₂ cerca de duas semanas após o transplante. Durante as próximas sessões de irrigação, eles aplicam um fertilizante Nitrogênio-Fósforo-Potássio 12-48-8, enriquecido com elementos-traço (micronutrientes). Em vários casos, os micronutrientes tornam mais fácil, em vários casos, que as plantas superem quaisquer condições de estresse causadas pelo transplante. Durante as etapas de floração, alguns produtores usam fertilizantes de cálcio em seus melões para facilitar a polinização ótima, apesar dessa técnica ser questionada. Outros produtores dizem que aplicar o Nitrato de Potássio na fase de floração é benéfica.

Quando o melão começa a fase de estabelecimento do fruto, alguns produtores de melão começam a aplicar um fertilizante Nitrogênio-Fósforo-Potássio 20-20-20. Eles continuam a aplicação do 20-20-20 até a fruta atingir ⅔ do seu peso final. Desse ponto em diante, eles começam a fornecer KNO3 ao melão. Na fase final de maturação, eles mudam para K₂SO4. Nessas fases, as plantas normalmente precisarão mais de potássio para criar frutas grandes e com uma boa forma. Tenha em mente que as plantas de melão as vezes sofrem de deficiências de magnésio. Nesse caso, os produtores aplicam Sulfato de Magnésio ou Óxido de Magnésio.

Entretanto, esses são apenas padrões comuns que não devem ser seguidos sem fazer sua própria pesquisa. Cada campo é diferente e requer diferentes cuidados. Checar os nutrientes do solo e seu pH é vital antes de aplicar qualquer método de fertilização. Você pode consultar seu agrônomo local licenciado.

Cultivo e Armazenamento do Melão

A maior parte das variedades de melão alcançam sua maturidade e estão prontas para serem colhidas 78 a 90 dias após o transplante. Quando elas estão prontas para serem colhidas, na maioria das vezes, conseguimos ver um ponto amarelo na superfície da sua casa que está tocando o solo. Além do mais, podemos notar mudanças na coloração da casca, aumento do aroma ou uma maior facilidade de a fruta escapar do filão.

Por conta de diferentes períodos de polinização, nem todos melões irão maturar ao mesmo tempo. Por tanto, devemos fazer a colheita no mesmo campo mais de uma vez. Os melões podem apenas ser colhidos manualmente. Devemos ter cuidado para cortar e não puxar o melão. Após a colheita, os melões são lavados e armazenados em uma temperatura fresca.

Rendimento por hectare e acre do Melão

Produtores de melão dizem que podem produzir 15-50 toneladas de melões por hectare. De acordo com a Universidade Estadual do Iowa, as grandes fazendas produtoras de melão dos Estados Unidos reportaram rendimentos de 20,000 a 53.000lbs por acre. (1 hectare = 2,47 acres = 10.000 metros quadrados e 1 ton = 1000kg = 2.200lbs).

O rendimento depende da variedade da planta do melão, sua saúde em geral durante o período de crescimento, as distâncias de plantio e as condições ambientais. Devemos esperar a colheita de 2 ou até 3 melões totalmente crescidos em fazendas comerciais de melão por planta.

Pragas e doenças comuns do Melão

A primeira precaução contra pragas e doenças é sempre a rotação de cultura. A segunda é comprar sementes e mudas certificadas livre de doenças.

Pragas

Pulgões

Os pulgões sugam a seiva e levam ao enfraquecimento da planta. As plantas começam a enrolar e diminuir. Além do mais, os pulgões transmitem várias doenças virais. Uma boa técnica é monitorar sua população constantemente usando armadilhas de feromônio. Se o número estiver além dos limites toleráveis, então você pode considerar intervir, sempre após o conselho de um agrônomo local licenciado. Existem soluções biológicas e químicas no mercado, as quais devem sempre devem ser feitas sob padrões BPA e sob a supervisão de um agrônomo local licenciado.

Besouro do pepino

Existem 2 tipos de besouros do pepino que afetam as plantas do melão.

1 O besouro do pepino listrado, Acalymma vittata, e

2 o besouro do pepino pintado, Diabrotica undecimpuctata howardi.

Eles aparecem comumente nos Estados Unidos e no sul do Canadá. Os besouros adultos mascam a folhagem, flores e o fruto do melão, causando sérios danos. Porém, os danos que esses besouros causam não são apenas feridas aos tecidos do mastigamento. Eles também transmitem uma perigosa bactéria patógena chamada Erwinia trachiphila. Essa bactéria causa uma das doenças mais ameaçadoras para os melões. Eles causam o murchamento bacteriano ou cucurbite. Além do mais, eles transmitem o vírus mosaico da abóbora, que é responsável pelo mosaico da abóbora, outra grande doença de melões e abóboras.

Besouros pulga

Os besouros pulga (Epitrix spp.) são pequenos insetos de cor marrom e preta que causam problemas em várias Cucurbitaceae. Eles cavam pequenos buracos na folhagem que dão uma aparência característica de “tiro de bala”. Além do mais, em vários casos, o crescimento da planta pode ser reduzido. Se não controlarmos a invasão, os grandes machucados podem levar à morte da planta.

Doenças

Antracnose

A Antracnose é uma doença que causa sérios danos, principalmente nas folhas. Ela é causada pelo fungo Colletotrichum lagenarium. Climas frescos e úmidos favorecem os esporos do fungo. Condições climáticas secas e quentes param o ciclo da doença, que continua novamente se as condições climáticas ficarem ótimas. Os sintomas aparecem principalmente nas folhas mais velhas, causando manchas marrons necróticas. Nós também podemos observar os danos nas hastes, flores e frutas. O controle da Antracnose começa com medidas de precaução apropriadas. Essas incluem: controle de ervas daninhas e distância apropriada entre as plantas em conjunto com a poda apropriada para uma ótima aeração. Os níveis apropriados de nutriente e água das plantas também pode melhorar sua imunidade. O tratamento químico só é usado se o problema é severo e deve sempre estar sob supervisão de um agrônomo local licenciado.

Mancha na folha de alternaria.

A mancha na folha de alternaria é uma doença causada por uma espécie dos fungos Alternaria, como o Alternaria cucumerina. A infecção é favorecida por altas temperaturas combinada com altos níveis de umidade. Os sintomas começam com o aparecimento de manchas características nas folhas mais velhas. Essas manchas se tornam lesões necróticas nas folhas ao passo que a doença progride. Durante as últimas fases, a folha toda irá eventualmente morrer.

Oídio

O oídio é causado por diferentes espécies de fungo. Entretanto, a Erysiphe cichoracacearum e Podosphaera xanthii parecem ser as mais comuns. Nós realmente conseguimos ver um pó branco nas folhas. Como o oídio se move através das nervuras, as folhas tendem a se tornar marrons e eventualmente morrerem. Nós sempre precisamos desinfetar nossas ferramentas após fazermos o manejo da planta infectada para prevenir a infecção de se espalhar para plantas saudáveis.

Murcha de Verticillium

A murcha de Verticillium é uma doença causada pelo fungo Verticillium dahliae. O patógeno consegue viver vários anos no solo e pode afetar as plantas a qualquer momento. A infecção é favorecida por clima fresco ou ameno, o que explica o motivo dos sintomas normalmente serem observados durante a primavera. O controle do Verticillium da doença começa com medidas de precaução apropriadas similares àquelas da Antracnose. Além disso, devemos evitar plantar melões em áreas com outras culturas suscetíveis que já foram cultivadas anteriormente.

Mosaico do pepino

O mosaico do pepino é uma doença causada pelo vírus do mosaico do pepino (CMV em inglês), normalmente transmitido por pulgões. Os sintomas incluem o enrolamento da folhagem. Na maioria dos casos, as folhas desenvolvem um característico mosaico amarelo nelas. Nós podemos observar folhas menores do que aquelas em plantas saudáveis. As flores também podem ser afetadas. Suas pétalas ficam verdes e distorcidas. O seu manejo inclui o controle da população de pulgões no campo e medidas de higiene, como desinfecção das ferramentas e destruição das plantas infectadas.

Você tem experiência cultivando melões? Por favor, compartilhe sua experiência, métodos e práticas nos comentários abaixo. Todo o conteúdo que você adicionar será revisado em breve por nossos agrônomos. Assim que aprovado, ele será adicionado à Wikifarmer.com e isso irá influenciar positivamente milhares de fazendeiros novatos e experientes por todo o mundo.

Fatos interessantes sobre Planta do Melão

Qual é o benefício do melão para saúde?

Cultivando Melões no Quintal

Cultivando Melões em ambiente externo para Lucrar – Guia Completo de Cultivo do Início ao Final

Esta publicação também está disponível em: enEnglish esEspañol frFrançais arالعربية deDeutsch ruРусский elΕλληνικά trTürkçe hiहिन्दी idIndonesia

Equipe Editorial do Wikifarmer
Equipe Editorial do Wikifarmer

Wikifarmer é a maior Biblioteca de Agricultura Online Gerada pelo Usuário, que ajuda todos os agricultores em todo o planeta a encontrar informações valiosas sobre suas culturas existentes ou potenciais e criação de gado. O usuário é o único responsável pelo uso, avaliação, análise e utilização de qualquer informação fornecida neste site. Qualquer negócio ou outras decisões tomadas em tais informações é de inteira responsabilidade do usuário e o Wikifarmer.com não é obrigado a cobrir prejuízos decorrentes do uso das informações fornecidas através deste site.