Como plantar tomate na horta

Growing tomato Backyard

Dicas de cultivo do tomate

Mais e mais pessoas querem cultivar suas próprias frutas e vegetais no seu quintal, seja por gostarem desse processo desestressante ou por aumentar o controle sobre o que eles consomem. Entretanto, cultivar frutas e vegetais no quintal tem alguns segredos que compartilharemos abaixo.

Dicas de cultivo de tomate no seu quintal:

Os tomates são plantas de clima quente. Eles precisam de temperaturas de 18°C a 26 °C (64,4 °F – 78,8° °F) e muita luz solar (pelo menos 6 horas por dia) para prosperar. Os tomateiros podem tolerar temperaturas próximos a 1 °C (33,8 °F) sem morrer, mas apenas por períodos bem curtos. É claro, iremos começar a notar problemas no aparecimento de frutas quando as temperaturas diárias ficarem abaixo dos 17 °C (63 °F) por vários dias. Se essas temperaturas ocorrerem durante a fase de amadurecimento, os frutos provavelmente não conseguirão corar pois a produção das substâncias responsáveis pela coloração vermelha normalmente param abaixo de 16 °C (60,8 °F). O crescimento deles para completamente em temperaturas abaixo de 9 °C (48,2 °F). A temperatura do solo abaixo de 14 °C (57,2 °F) muito provavelmente causaram problemas de crescimento das raízes. Problemas no crescimento e amadurecimento do fruto também ocorrem em temperaturas muito altas.

Se você considerar começar a cultivar tomates de sementes, você deve comprar sementes certificadas de um vendedor legítimo. Se não, as taxas de germinação provavelmente serão baixas e você vai perder seu tempo. Tenha em mente que as sementes de tomate possuem baixa tolerância ao frio. Portanto, recomenda-se que você faça um canteiro primeiro, mantendo a temperatura do solo entre 23-26 °C (73,4-78,8 °F). Você também pode usar relva como substrato para uma aeração ótima. Temperaturas abaixo de 10-12 °C (50-53.6 °F) podem prevenir a germinação. As sementes devem ficar úmidas, mas não encharcadas até a germinação. A melhor hora para transplantar as mudas para suas posições finais é 4-7 semanas após o semeio, quando elas tiverem desenvolvido 4-6 folhas verdadeiras.

Se você não quiser gastar tempo começando de sementes, você pode comprar plantas jovens de um viveiro e transplantá-las diretamente para suas posições finais. Tenha em mente que o transplante de mudas de tomate pode não dar certo em temperaturas abaixo de 15 °C (59 °F).

Tenha certeza de não plantar suas mudas de tomate em áreas onde já tenha sido plantado outras Solanaceae (tomates, batatas, pimentas, berinjelas) para evitar algumas doenças do solo. Na maioria dos casos, a hora certa para plantar é durante a primavera. Porém, em algumas áreas onde as temperaturas são altas o suficiente, o plantio certamente pode ser feito mais cedo. Por outro lado, em áreas mais ao norte, os produtores normalmente fazem o plantio de tomates durante o início da primavera ou mais tarde. Também existem variedades que são plantadas bem tarde e colhidas durante o final do outono – início do inverno (novembro – dezembro).

Um passo importante (especialmente em áreas com solos com baixas temperaturas durante a época do plantio) é a cobertura linear de plástico. Muitos produtores cobrem as fileiras com filme plástico preto. Eles usam essa técnica para manter a temperatura da zona radicular em níveis ótimos (acima de 21 °C ou 69,8 °F) e impedir o crescimento de ervas daninhas.

Se você quiser ter muitos tomateiros em um pequeno quintal, tenha em mente que produtores profissionais preferem o plantio em fileiras simples com uma distância média de 0,3 – 0,6 m (12-24 pol) entre as plantas na fileira e 0,8-1,3 m (31,5-51,2 pol) de distância entre as fileiras. Porém, a super lotação de plantas não é uma boa ideia. Uma plantação menos densa permite um melhor acesso da folhagem à luz solar, melhor aeração e proteção contra certas doenças. Portanto, podemos notar que a maioria dos produtores amadores não tem nenhum problema em plantar tomates com 1 metro (40 polegadas) de distância dentro da fileira de 1,5 m (60 polegadas) entre as fileiras.

O produtor amador Charles Wilber, do Alabama, ganhou um lugar no Guinness o Livro dos Recordes, já que os quatro tomateiros que ele criou produziram 620 kg (1366 libras) de frutos. Quando perguntaram sobre seu segredo, ele disse que não usou nenhum híbrido caro, nem usou um fertilizante especial. A remoção bem frequente de brotos foi vital para sua produção. A poda é muito importante para o cultivo de tomate, mas não para todas variedades. Em resumo, variedades indeterminadas precisam de poda regular, enquanto variedades determinadas podem ficar sem a poda.

Variedades indeterminadas são podadas para crescerem em um uma haste simples, dupla ou tripla. A poda facilita a aeração apropriada e, portanto, protege a planta de várias infecções. Além disso, temos uma melhor proporção de folhagem do fruto. Quando estiver fazendo a poda, é muito importante usar as ferramentas de poda apropriadas para evitar machucar a planta.

Tomates indeterminados precisam de suporte de estacas. A técnica mais simples é colocar à estaca bem perto do tomateiro e amarrar a haste gentilmente à estaca. Essa técnica ajuda os finos tecidos do tomate a ficarem em posição vertical. Ao mesmo tempo, previne que a folhagem e as frutas toquem o chão e, portanto, isso protege a planta de pragas e doenças do solo. Além disso, o empilhamento torna mais fácil a colheita de frutas e melhora a aeração e a saúde como um todo da planta.

Os tomateiros normalmente têm tolerância média-alta à seca. Por outro lado, eles não gostam de solos encharcados. Portanto, você deve evitar a irrigação excessiva. Entretanto, os tomates requerem água constantemente, especialmente durante o amadurecimento dos frutos. Lembre-se que 100 gramas do fruto do tomate contêm mais de 94 gramas de água. Em média, o tomateiro consome 700 mm de água total por período de crescimento para o cultivo em ambiente externo. Não se esqueça de fornecer quantidades estáveis de água para suas plantas para evitar possíveis estresses para sua planta. Tenha em mente que usar água de forma irregular durante o estágio de frutificação provavelmente causará vários problemas.

Quando estiver cultivando no seu jardim, tudo que você precisa para que um tomateiro comum cresça em um solo comum é a adição de composto. A compostagem é um processo ambientalmente amigável com excelentes resultados para a nutrição da planta em casa, levando à uma economia significante. É um processo pelo qual resíduos orgânicos como folhas, galhos, cascas e outros resíduos de alimentos (por exemplo, casca de ovos) que podem estar em nossa cozinha, são transformados através de vários processos e, com a ajuda de micro-organismos do solo, viram uma substância rica em nutrientes chamada de composto. O uso apropriado do composto irá prevenir a erosão do solo. Além disso, os patógenos do solo são controlados. Apesar disso, precisamos ter cuidado, não são todos lixos de comida caseiros que são apropriados para a compostagem. Esse processo é relativamente simples. Você precisa de um recipiente ou um silo, um triturador, solo e lixo orgânico. O triturador é bem importante, já que ele acelera o processo, os materiais para o recipiente de compostagem devem ser pequenos o suficiente.

A maior parte dos tomates ficam maduros e podem ser colhidas de sete a 10 semanas após o transplante. Se tudo for bem, você deve conseguir colher tomates até 2-3 vezes por semana. Mais uma vez, precisamos usar ferramentas de poda e luvas de alta qualidade e devem vir acompanhadas dos certificados necessários.

A segurança pessoal é um fator muito importante para um produtor de quintal. Pode parecer um hobby sem perigos, mas ele tem muitos riscos para um agricultor amador que nem se pode imaginar. É importante ter botas de boa qualidade. O jardim às vezes atrais visitantes indesejados buscando por comida, como cobras ou ratos, especialmente durante o verão, quando os tomates amadurecem e precisam ser checados diariamente para a colheita. Um passo errado no jardim pode ser perigoso. É extremamente importante proteger seus pés de perigos.

Tudo sobre tomate – Fatos interessantes sobre o tomate

Valores nutricionais do tomate

Informação do Tomateiro

Como plantar tomate na horta

Técnicas de cultivo do tomate – Guia do plantio de tomate

Esta publicação também está disponível em: English Español Français Deutsch Русский Türkçe हिन्दी

Equipe Editorial do Wikifarmer
Equipe Editorial do Wikifarmer

Wikifarmer é a maior Biblioteca de Agricultura Online Gerada pelo Usuário, que ajuda todos os agricultores em todo o planeta a encontrar informações valiosas sobre suas culturas existentes ou potenciais e criação de gado. O usuário é o único responsável pelo uso, avaliação, análise e utilização de qualquer informação fornecida neste site. Qualquer negócio ou outras decisões tomadas em tais informações é de inteira responsabilidade do usuário e o Wikifarmer.com não é obrigado a cobrir prejuízos decorrentes do uso das informações fornecidas através deste site.